quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Original, ano 1974

O Ono publicou um post aí embaixo dedicado à camisa da Segunda Academia. Realmente é um manto sagrado - não, não, é um verdadeiro santo sudário das camisas! Não é à toa que a imagem que eu tenho do Divino é usando uma dessas.


E olha só a jóia que encontrei no Mercado Livre: este exemplar de 1974, do bi-brasileiro, original, número 7 usado pelo Edu. De babar. Realmente, para emoldurar e pendurar na parede.

A venda já foi fechada, e por 880 reais. Caro? Barato? Isso é muito difícil de dizer, mas que a peça era uma oportunidade única, era mesmo. Nossos parabéns para o comprador!


Para mim, a Adidas deveria se basear nesta e fazer uma versão moderna para o primeiro uniforme. Toda verde, verde Palmeiras aliás, e com menos detalhes brancos. Branco, só nas inscrições, gola e bainha da manga. Pronto. Simples, bonito e que faz os nossos adversários tremerem em campo!

Continue lendo >>

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Grazie, Suvinil!

Ah, que orgulho de ser palmeirense! Torcedor, parabéns!

Depois de muita gritaria e reclamações na mídia alternativa alviverde, no orkut, e aqui também, claro, a parceira Suvinil autorizou a mudança da logomarca estampada na manga.

Sai o retângulo colorido, e fica apenas a inscrição Suvinil em branco. Uêba!


Li por aí que estava em contrato a utilização do logotipo como ele é, sem alterações. Mas ainda bem que o bom senso prevaleceu. Parabéns Suvinil, pela compreensão, flexibilidade e relativamente rápida ação. O logo será também estampado na parte posterior da manga, como uma forma de compensação - o que considero justo. Parceria é isso aí.

É impressionante o poder que a paixão palestrina tem. Tenho certeza que nenhum time tem uma torcida atuante e apaixonada assim. Parabéns mais uma vez, palmeirense!

Agora, só pra não deixar de ser um pouco corneta, e já sendo, lá vai: espero que para o próximo modelo, esperado para maio, a logomarca seja colocada não na diagonal, e sim na horizontal, interrompendo as três listras da Adidas, caso elas continuem. Algo como a manga da bela camisa da seleção japonesa, recém lançada.

Ouviu, dona Adidas?

Continue lendo >>

Uniformes do Passado


Na fundação do Palmeiras, em 1914, com o nome de Palestra Itália, a camisa era verde, com uma faixa branca no meio e a Cruz de Savóia como símbolo. Em 1917, perde a faixa branca e fica tudo verde. O escudo do Palestra substitui a Savóia. O calção é branco e as meias verdes, ou brancas. Permanece praticamente o mesmo até os anos 40, com mudanças em apenas alguns detalhes do fardamento.

Em 1940 a camisa tem uma grande gola pólo branca. Dois anos depois, com a mudança do nome do clube para Sociedade Esportiva Palmeiras, o escudo deixa de ter as iniciais do Palestra Itália (PI) e passa a ter apenas o P. Em 1959, com a criação do atual escudo, o símbolo vai para o peito. A gola em "V", branca, passa a ser utilizada e dura até os anos 70. Em 1974, volta a ter gola rolê e frisos brancos na ponta das mangas.

Em 1978, o uniforme passa a ser feito pela Adidas, que coloca suas três listras nos ombros, nas laterais e no calção. Dura até 1992. Mudanças só nos patrocinadores, que entraram em 1984. A Agip Liq Gás foi a pioneira, em 1987. Naquele ano o clube trocou o patrocínio pela Coca Cola, que ficou até 1992, quando, com a co-gestão com a Parmalat, houve uma mudança radical. Da Adidas, tinha a camisa listras verticais brancas e verde mais claro.

Utilizando esse uniforme até 1996. Em 1997 as listras brancas verticais foram aposentadas. A camisa da Rhummel, que estava desde 1994; deu lugar à Rebook, com a volta do modelo todo verde, preservando o passado glorioso e histórico do clube.

Em 1999, a Rhummel retornou a fornecer material esportivo para o clube e com ela veio a sorte: naquele ano o Palmeiras se sagrou Campeão da Copa Libertadores da América.

No início de 2000, um modelo três, para amistosos. A camisa, que apresentava vários tons de verde, não era das mais bonitas e não ganhou a aprovação do torcedor. Com ela, o Verdão foi campeão do Rio-SP e também da Copa dos Campeões, torneio que dava vaga na Libertadores do próximo ano.

Em 2003, a Diadora assume o departamento de material esportivo e lança uma novidade: bolinhas na manga que quando a pessoa soa, elas mudam de cor e se tornam ligeiramente verde clara. Quando em temperatura normal, as bolinhas ficam da cor vermelha.

Em 2005, apenas pequenos detalhes mudaram. O uniforme ficou um pouco mais "agarrado" e a multinacional utilizou um tecido que absorve a transpiração, mas não permite que isso seja perceptível.

Em 2006, o uniforme volta ao Verde tradicional. Com as 3 listras no ombro, da Adidas.

Fonte: Blog SóPalmeiras

Continue lendo >>

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Manto Sagrado


Grande Academia.
Grandes jogadores (Leão, Ademir da Guia, entre outros) e o manto sagrado que sem dúvida era o mais bonito da época.
A Adidas poderia fazer um 3° uniforme nesse molde.

Continue lendo >>

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

O novo uniforme de Valdivia

Hehehe, boa sacada esta do André Marangoni, do blog O Chiqueiro.
Este novo modelo servirá direitinho para o nosso mago!

Continue lendo >>

Repercussões sobre a nova manga [2]

Ufa, ainda bem que nossa parceira Suvinil possui bom senso. Eles estão monitorando a reação da torcida quanto à forma que foi colocado o logotipo no uniforme.

Palmeirense, se você não gostou das mangas daquele jeito, reclame! Pode ser pela enquete do PTD, pelo orkut, até por aqui mesmo.
(Já fiquei sabendo que tem gente chamando de abadá do Palmeiras, que maldade! Olha onde viemos parar catzo!)

Da Máquina do Esporte:

SEGUNDA-FEIRA, 28 DE JANEIRO DE 2008 - 08h24

Logo na camisa passa por estudo

São Paulo - Assim que foi apresentada a camisa do Palmeiras com o patrocínio da Fiat, ainda no ano passado, o uniforme se destacou pela manutenção das cores tradicionais do clube (verde e branco) mesmo no logo da nova parceira. Isso, porém, não aconteceu com a Suvinil.

Com um logotipo cujas cores passam entre amarelo, laranja e vermelho, a marca estampada nas mangas da camisa do Palmeiras se tornou um contraponto ao tom predominantemente verde do uniforme.

Ciente da possibilidade de que essa mistura de cores possa desagradar torcedores, principalmente os mais conservadores, a Suvinil admite que está monitorando a reação da torcida.

“O que sabemos é que quando entrou o Habib’s na camisa do São Paulo teve a mesma movimentação, não só pelo patrocínio em si, mas pelas cores e o tipo de negócio feito. Nós esperávamos também alguma repercussão, mas estamos vendo quanto isso é positivo ou negativo. Estamos medindo e analisando para tomar qualquer decisão nesse sentido”, afirma Mirian Zanchetta, gerente de propaganda e promoção da Suvinil.

Por conta de a fabricante de uniformes do clube ser a Adidas, a Suvinil tem outro problema adicional para estampar sua marca. Por contrato, o ombro do uniforme palmeirense tem de ser reservado às três listras características da empresa alemã. Com isso, a marca da Suvinil teve de ser colocada abaixo das listras, local que não é comumente usado e que fica mais difícil de ser focalizado pelas câmeras de TV.


Continue lendo >>

domingo, 27 de janeiro de 2008

Van Nistelrooy e Drogba, hehe

O membro da Comunidade Palmeiras no Orkut, Daniel Queiroz, fez estas montagens com os logos da Fiat e da Suvinil, aproveitando a sinergia entre os modelos da Adidas.


Excelente este tom de verde em cima da camisa do Real Madrid. A logomarca da Suvinil ficou bem integrada também. E o Van Nistelrooy ficou bem de Verdão hein!


Montagem sobre o template do Chelsea do Drogba. Ficou jóia também, parabéns Daniel.
Todas ficaram mais harmoniosas que a gambiarra que estamos vendo hoje na camisa do Verdão!
Não conheço o Daniel, mas se ele aparecer por aí, dê um alô!
[edit: encontrei o autor no orkut]

Continue lendo >>

PTD: Carta aberta à Suvinil

Fantástica a carta aberta que o site Palmeiras Todo Dia está divulgando. Leia.

Ela expõe, de forma clara e cordial, os argumentos para a necessidade da harmonização entre a logomarca da Suvinil com nosso manto sagrado. O PTD ainda lança uma enquete sobre variadas sugestões de design de camisas.

Mas entendo que para a camisa atual, apenas a opção 2 faz sentido, certo?

E, apenas para informar, caso alguém não saiba, quem está divulgando a carta é o virtuose Marcos Kleine, que fez aquela versão épica do hino palmeirense na guitarra.

Continue lendo >>

Repercussões sobre a nova manga

Até hoje, no blog Terceira Via Verdão, apenas 6% de frequentadores gostaram do novo design da manga. No Parmerista!, só 4%. O que reflete a opinião deste blog.
Ou seja, a Suvinil está gerando uma rejeição que é até perigosa para sua própria marca.

Estas são montagens feitas pelo torcedor Donato do fórum Só Palmeiras. Ele apenas removeu o carnaval colorido que havia ficado na manga, mantendo a denominação Suvinil em branco no uniforme 1 e verde no uniforme 2. A localização (e até esse dourado pentelho do S) foi mantida.


E não é que desse jeito parece que a palavra Suvinil ficou mais visível? É uma boa alternativa.

Neste post altamente elucidativo do Vicente Criscio (leia o post todo e os comentários também), chegamos à conclusão que a Suvinil já tomou ciência do fato e que aquele carnaval colorido é apenas provisório. Mas o ideal seria que até maio pudéssemos ter uma camisa como a que o caro Donato propôs - afinal, atenderia a todos e parece perfeitamente factível para a Adidas (ou para a OffSide, que é quem está implementando provisoriamente esta gambiarra).

Continue lendo >>

Novo patrocinador: Suvinil


Na semana passada, dia 18, foi revelada a nova camisa, com o patrocínio nas mangas. A Suvinil, do grupo Basf, acertou parceria com o Verdão até maio de 2009.
Bom dinheiro, boa parceria, empresa idônea e líder. Muito obrigado Suvinil. Mas este é um blog dedicado à camisa do Palestra.

O que fizeram com o manto, San Gennaro???
Essas cores todas, além do posicionamento na frente da manga, na diagonal? Dio mio. Até os nossos ídolos, o Santo e o Terror, estão meio sem jeito com essa manga. Olha a cara do Evair!

E a Suvinil está chamando muito mais atenção que a Fiat, o patrocinador principal. O que por si só não faz sentido algum. Se até a Fiat mudou o logotipo, a Suvinil também deveria fazê-lo, certo? (a Suvinil deveria entender melhor de harmonia, design, etc, não?)

Tudo bem que o modelo vai mudar em maio, e não dava para inserir o logo da Suvinil em cima das três listras da Adidas na manga, e tal. Mas, não tinha outro jeito? Vamos passar o Campeonato Paulista inteiro assim? Isso tem que mudar.

Mas que é bão ver de novo o Evair Matador com o manto, ah, isso é bom, hein!

Globo link
UOL link

Continue lendo >>

Alternativa para o uniforme número dois?

Este belo modelo andou circulando na comunidade do Palmeiras no orkut. O rapaz que a projetou usou um template da Adidas com gola e aplicou o logotipo do Fiat Punto, além de finas listras verdes no fundo branco.


Acho que ficou uma bela alternativa para o uniforme número dois, apesar de eu não gostar muito de gola. Hoje em dia, acho que combinaria mais para uma camisa retrô no Palmeiras.
Mas parabéns para o autor da montagem, ficou muito boa. Infelizmente não sei quem é, caso apareça é só dar um toque.

Continue lendo >>

Fiat, o novo patrocinador

E em 20 de dezembro de 2007 a Fiat foi anunciada como nova patrocinadora. Grupo forte, com liderança na área em que atua, sangue italiano. Tudo a ver com o Verdão.



O contrato da parceria foi firmado por três anos, e com valores considerados os maiores do mercado brasileiro. Além disso, como se sabe, a Fiat é praticamente dona de Turim, e tem grande influência na Juventus. "Pode haver um jogo contra eles e também um intercâmbio nas categorias de base com outros times italianos. É um bom contrato", contou o presidente Affonso Della Monica. Uau, seria uma reedição da final da Copa Rio!? Show.

O novo uniforme foi exibido pela modelo e apresentadora Adriane Galisteu. Anunciada como "grande reforço", ela apareceu vestida com a camisa 11 e entregou outros dois exemplares para o presidente do clube, Affonso Della Monica, e o presidente da Fiat na América Latina, Cledorvino Belini.

Gostei do uniforme e da parceria, ficou tudo nota 10.










Terra link
UOL link
Globo link

Continue lendo >>

Tomou?

Em agosto de 2007, foi divulgado que a Pirelli não renovaria seu contrato de patrocínio com o Palmeiras, por uma decisão da empresa de não mais realizar investimentos na área esportiva.

E, como sempre, diretores do clube invejoso do Jardim Leonor, o SPFC, fizeram algumas gracejos na imprensa ironizando o fato.
Gracejos estes que foram bem respondidos por Dr. Cipullo. Saiu no Painel FC, da Folha de S.Paulo de 22/08/2007:

Dividida

"Em 15 anos, o Palmeiras teve apenas dois patrocinadores. Já o clube do Jardim Leonor, vive de fazer troca-troca."
De GILBERTO CIPULLO , vice-presidente de futebol do Palmeiras, em resposta aos são-paulinos sobre o clube ter perdido o patrocínio da Pirelli

Continue lendo >>

Switch Image Project

Encontrei este site sobre camisas de futebol do mundo inteiro, muito bom. Gostei do trabalho, o traço é muito bonito e bem feito. O primeiro time brasileiro que foi desenhado tinha que ser o Palmeiras, lógico! rss

Até onde apurei, o nome do artista é Azmi Mie. Ele fez desenhos para o modelo 2007/2008 (pena que ele errou o ano no post) e até para a nossa "marca-texto" também!

Continue lendo >>

O Papa e sua camisa preferida


Sim, até o Papa já ganhou sua camisa do Palmeiras. Veja na foto, junto com o assessor Fábio Finelli.


Aproveitando sua passagem pelo Brasil no ano passado, para canonizar Frei Galvão, sua Santidade aproveitou para visitar o clube e a Academia. Lá ele cumprimentou nosso santo, São Marcos. Esse, nem precisou canonizar - já é declarado Santo por toda a torcida!

Globo link1 link2

Continue lendo >>

Musas com a terceira camisa


No evento do post abaixo alguns colírios estavam presentes: a torcedora Bethina (primeira foto) e a musa do Palmeiras na Globo.com, Tatiele Toro (demais fotos).


Parmerista! link
Globo link

Continue lendo >>

Terceira camisa 2007/2008


No aniversário de 42 anos em que o Palmeiras representou a Seleção Brasileira, na inauguração do Mineirão, a torcida recebeu um grande presente. Foi o lançamento da terceira camisa 2007/2008. Em um tom vibrante de verde-limão, empolgou a todos na cerimônia. E que cerimônia! Os primeiros 1500 compradores da camisa foram convidados para o lançamento no Palestra Italia, e inclusive tiraram a foto oficial do evento (a Foto Histórica), juntamente com os jogadores e comissão técnica. Esta mega-foto está hoje no túnel de acesso do estádio, do lado da Turiassu. Mede apenas 19 metros por 2,20 metros!


Eu adorei esta camisa, mas infelizmente ainda não consegui comprar a minha. Tá difícil. Este modelo fez tanto sucesso que a Adidas não conseguiu atender a demanda, e há longas filas de espera nas lojas. Essa é a paixão do palmeirense, amigos!

Vale citar aqui também o ponto positivo das fortes campanhas de marketing da Adidas. Se não me engano este evento foi realizado também com torcedores do Milan, na Itália.

Esta cor cítrica não condiz com o vídeo postado abaixo, mas na minha opinião, a terceira camisa aceita uma cor assim.

Parmerista! link1 link2 fotos e vídeos link3

Globo link fotos

Continue lendo >>

Vídeo - Quero meu verde de volta

Este é um emocionante vídeo, de excelente qualidade, que traz brevemente a história da transição Palestra Italia para Palmeiras. E que exige o verde original, o verde da bandeira nacional no manto do Verdão!



Texto: Mario D'Andrea
Locução: Luiz Guilherme
Edição: Felipe D'Andrea
E obrigado ao usuário FelipePalestrino que fez o upload.

Continue lendo >>

Lançamento do modelo 2007/2008


A camisa 2007/2008 foi lançada em 15 de maio de 2007. Aliás, com um lançamento pra lá de original - além do goleiro Bruno, do zagueiro David e do volante Pierre, 50 modelos exibiram o novo uniforme no clube. E depois, um apitaço com as modelos parou a Avenida Paulista. Muito legal isso.



O uniforme utiliza o template mundial da Adidas, e a tecnologia da confecção foi atualizada. Porém, a grande novidade foi a estratégia de internacionalização. Lojas do mundo inteiro irão vender os uniformes palmeirenses.







- As lojas da Adidas em 120 países irão receber, em breve, essas novas camisas. Torcedores de todos os cantos do planeta poderão comprar. Os uniformes do Palmeiras serão vendidos juntamente com os dos demais clubes que têm a Adidas como fornecedora de material esportivo – explicou na época Luciano Kleiman, diretor de marketing da Adidas.





Rogério Pallatta


Terra link
Globo link, fotos
UOL vídeo

Continue lendo >>
<<
Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO