terça-feira, 30 de setembro de 2008

Musa do Palmeiras 2008


Com 47,9% dos votos a Musa do Palmeiras do Brasileirão 2008 é a Ariane Gonzalez.
Com certeza ela esta representando o Verdão muito bem no concurso da Globo.
Boa sorte a ela.
Vamos votar para ela ser a Campeã do Brasileirão 2008 junto com o time.

Continue lendo >>

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Camisa de treino 98

Os anos 90 nos propiciavam camisas bem loucas.

Veja só esta aqui, de treino, de 1998 para 1999 - a última da Reebok, certo? Fotos do parmerista Dinho Oliveira.


Em cinza, mangas em verde e duas listras verdes na horizontal na altura da cintura. Gola em V com detalhe um pouco parecido com a da camisa de jogo do ano anterior.
Hehe, e olha o tamanho dos logotipos da Reebok nas mangas!! (além da marca no peito e do logo grandão nas costas)


E, em tempos em que não se tinha disponível tecidos como os Climalite, Climacool, Climaproof e etc, a tecnologia que se usava na época era esse tecido "furadinho", mesmo.

Continue lendo >>

Kiko é do Palmeiras!

Eu já havia antecipado neste post que todo mexicano nutre simpatia pelo Verdão...


Mas a última revelação é que ninguém mais, ninguém menos que o Kiko da Turma do Chaves também é palmeirense!
Por essa eu não esperava. O Kiko é roots, é um ídolo de gerações!

Veja no vídeo abaixo, a declaração do ator Carlos Villagrán em entrevista ao Pânico.



Continue lendo >>

sábado, 27 de setembro de 2008

Moleton adidas Originals

Mais uma opção para o frio.

A foto que estava faltando da coleção adidas Originals era a do moleton.
Ei-la, pois.


(foto do palestrino Louis)

Moleton verde de capuz, com símbolos do Palmeiras e da adidas espalhados em outro tom de verde. Além de várias estrelas, também. Atrás, a inscrição VERDÃO.
E, como não poderia faltar, as três listras nos ombros e braços.

Continue lendo >>

Forza Ferrari

Deu na Veja desta semana.

O palestrino Thiago viu a reportagem e escaneou a foto da camisa com a inscrição "Forza Ferrari".

Com a inscrição nesta forma, não há possibilidade de conflitos com a Puma, fornecedora oficial de uniformes da equipe Ferrari.

O scudetto com o Cavallino Rampante também aparece.


A camisa, na cor verde, ainda traz uma pequena bandeira italiana mais abaixo.

E aí? Você gostou do modelo?

Continue lendo >>

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Gabriela Alves, a Gabi Pocahontas


Gabriela da Silva Alves, ou Gabi Pocahontas, tem 20 anos e vem de São José do Rio Preto. Mais uma torcedora do interior paulista.
Parece que ela é manchista. Super fã do Henrique, lamenta que ele tenha ido para a Europa.
E pelo que entendi, é sobrinha do eterno Galeano, veja só! Legal!


Se você ainda não votou, o link para votar é este.

Continue lendo >>

Caroline Alencar, a Carol


A Carol Alencar tem 20 aninhos e é uma legítima representante dos palmeirenses do Nordeste. Ela é de Fortaleza.
Mesmo de longe acompanha o Verdão e assistir uma partida no Palestra Itália é um sonho para ela.
Ela tem até uma camisa autografada pelo elenco quando o Palmeiras pegou o Fortaleza em 2006. Legal!


Se você ainda não votou, o link para votar é este.

Continue lendo >>

Ariane Gonzalez, a Nane


Ariane Suelen Garcia Gonzalez, ou Nane, tem 22 anos e é de Rio Claro no interior de São Paulo.
Fã de Marcos e Valdívia.
Os amigos é que a convenceram a participar do concurso.
Vem de família inteira palmeirense, que segundo ela diz foi onde ela "aprendeu desde cedo as melhores coisas da vida". Legal!


Se você ainda não votou, o link para votar é este.

Continue lendo >>

Finalistas para Musa do Palmeiras 2008

O concurso da Globo, Musa do Brasileirão, já está definindo as representantes de cada time. Para a decisão de quem representará o Palmeiras, as votações se encerram amanhã, sábado.

Difícil decisão, pois as três candidatas são muito bonitas!


Se você ainda não votou, o link para votar é este.

Continue lendo >>

Combinações esquisitas

O assunto já é meio velho, mas é que não tive tempo para publicar antes. No jogo da última quarta-feira pela Copa Sul-Americana (primeira partida das oitavas-de-final), o Palmeiras atuou com uniforme pra lá de estranho.

A combinação camisa verde-limão e calção e meias na cor branca realmente não é das melhores. O Ronaldo que comenta direto aqui, então, deve detestar. Ficou esquisito mesmo. (foto Terra)


Mas no gol também teve esquisitices. O Marcos jogou com calça, mas não era calça de uniforme de goleiro. Era a calça do agasalho! (fotos extraídas de vídeo do GloboEsporte)


Ele deve ter escolhido a calça porque estava frio, ou talvez porque não queria ralar a perna no gramado sintético do Estádio Nacional, em Lima.

Mas será que não temos calça de goleiro no fardamento atual? Ou será que o roupeiro esqueceu em São Paulo?...

Continue lendo >>

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Marcos, 400 jogos


Na vitória sobre o Vasco ontem (a segunda em menos de uma semana), São Marcos completou 400 partidas realizadas com a camisa do Palmeiras. Tudo isso em 16 anos, praticamente uma vida.
E numa apresentação perfeita, diga-se. Fechou o gol, praticando belas defesas.

Antes do jogo ele foi homenageado com uma placa, entregue pelo Velloso (que volta e meia está lá no Palestra, nas arquibancadas mesmo), e com bandeirões com seu rosto e inscrições "Defesa que ninguém passa" e "Simplesmente o melhor".


A Ponto Verde aproveitou e lançou modelo comemorativo para a marca histórica. Trata-se de série limitada do modelo vermelho, com o número 400 - foto do começo do post. Ela está disponível neste link. Mas lembrando que no jogo mesmo, Marcos atuou com o seu preferido uniforme azul, número 12, mesmo.


É isso aí Marcão, que venham os 500 agora!

link GloboEsporte 1 2 3
link Terra 1 2 3

ATUALIZAÇÃO: Veja novidades aqui.

Continue lendo >>

sábado, 20 de setembro de 2008

Feliz Dia do Palmeiras


O amor é verde, branca a razão
eu plantei palmeiras no coração

Para a natureza se eternizar
hasteou palmeiras em seu altar

Esse amor imenso, flor da emoção
um jardim suspenso pela paixão

Todo dia eu sou campeão
Palmeiras, Palmeiras…

[O amor é verde, Moacir Franco]



As fotos que ilustram o post são fotos de comemoração do atacante Thiago Cunha, que marcou duas vezes no último Palmeiras 3 x 0 Vasco. Belas imagens, por sinal.

Feliz Dia do Palmeiras para todos!

Continue lendo >>

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Esclarecimentos sobre a coleção Originals

Pessoal, reuni as questões enviadas para o blog e repassei para a adidas. E já recebi respostas!

Agradeço enormemente à Naomi Suzuki, da assessoria de imprensa, que respondeu prontamente às questões do Maglia Verde. Mais peças estão vindo aí e serão vendidas em outras lojas também!


1) No exterior as quantidades de produtos à venda nas lojas adidas Originals pareceu ser bem dimensionada. Porém no Brasil, além do fator "estilo", a "paixão" conta muito. São cerca de 15 milhões de torcedores do Palmeiras espalhados pelo país, de onde se pode concluir que a demanda é muito maior. Estão previstos aumento do volume de produção e distribuição - ou seja, outras redes de lojas poderão vender esta mini-coleção?

adidas: Toda a primeira remessa de camisas foi vendida ontem, dia 16. A adidas já programou a chegada de uma segunda remessa para a próxima semana. Além das lojas próprias da adidas Originals em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte; a mini-coleção estará à venda na loja adidas Performance na rua Oscar Freire e em algumas outras lojas esportivas.

2) Está prevista venda pela internet para atender clientes de outras cidades/estados?

adidas: Não está prevista venda pela internet. Outros Estados também receberão a mini-coleção.

3) Gostaríamos de saber quais foram os detalhes para a inclusão da marca Coca-Cola na camisa. Houve alguma espécie de negociação com a Fiat, atual patrocinador na camisa oficial do Palmeiras? E ainda, houve algum tipo de acordo com a Coca-Cola para autorização do uso da marca?

adidas: O relacionamento da adidas é feita com a S.E. Palmeiras. A camisa foi aprovada diretamente com o clube.

A adidas agradece imensamente os elogios e está à disposição para o que precisarem.


Continue lendo >>

Parque Antarctica de Vermelho Ferrari

É, para quem curte a idéia do Palmeiras jogar de vermelho, a Máquina do Esporte traz uma boa notícia. E outra boa notícia é que a diretoria está negociando com a adidas para que esta série seja lançada para venda, virá no fim do ano ou começo de 2009.

Palmeiras projeta estádio "ferrarista"

GUSTAVO FRANCESCHINI
Da Máquina do Esporte, em São Paulo

A resposta positiva da Ferrari para o pedido do Palmeiras ainda não chegou, mas o clube acredita tanto no aval que já está traçando planos para o jogo do dia 29 de outubro, quando a escuderia italiana de Fórmula 1 deve estampar a marca da equipe na camisa.

O departamento de marke
ting alviverde, que já falou em trazer um dos pilotos para o estádio, também pretende mudar a cor principal do Palestra Itália, estimulando o torcedor a assistir o confronto com o Goiás de vermelho.

A idéia é fazer uma ligação entre o Pal
meiras, a Ferrari e a Itália, que reúne as três cores em questão na sua bandeira. Com a proximidade do GP do Brasil de Fórmula 1, que acontece no dia 2 de novembro, o clube do Palestra Itália espera marcar ainda mais a ligação com a sua patrocinadora, que controla a escuderia.

"Nós estamos aguardando. O pessoal da Fiat do Brasil ficou muito empolgado com o projeto, que foi idéia nossa. Nós já estamos trabalhando para fazer ações importantes no dia", disse Rogério Dezembro, diretor de marketing do Palmeiras, em entrevista exclusiva à Máquina do Esporte, durante o lançamento da linha retrô do clube.

O projeto completo foi enviado à Itália na última segunda-feira, e envolve, além do pedido de cessão de imagem, três modelos de uniforme idealizados pelos brasileiros. A expectativa é que até o fim da próxima semana a Ferrari autorize as ações.

Paralelamente a isso, o Palmeiras também trabalha com a Adidas, com quem trava negociações pela renovação do contrato de fornecimento de material esportivo, para o lançamento de uma série limitada de camisas com o logo Ferrari. A idéia, segundo Dezembro, é colocar o material nas lojas no fim de 2008 ou no começo da próxima temporada.

Continue lendo >>

Coleção retrô Originals: sucesso total


foto: Globo Esporte

A coleção já foi esgotada nas lojas em que foi feito o lançamento. Esgotou-se em menos de uma hora! O Matador Evair esteve presente no evento, que contou com cocktail para os compradores das primeiras peças. Se você esteve presente, conte para nós como foi!


Paulo Bonfá e Igor Cavalera, foto Terra


Peça retrô atende demanda palmeirense

REDAÇÃO - Da Máquina do Esporte, em São Paulo

O anunciado lançamento da linha retrô do Palmeiras, que conta com uma camisa e dois agasalhos, foi marcado pelo sucesso de vendas e a comemoração do clube, que há tempos desejava esse tipo de produto. Para os dirigentes alviverdes presentes à festa, que aconteceu na Adidas Original Store do shopping Morumbi, as novas peças podem ser as primeiras de uma série da parceria.

"Nós temos de dizer, sem desrespeitar ninguém, que temos um fornecedor de material esportivo diferenciado. A gente buscou esse tipo de produto porque o nosso torcedor tem essa ligação forte com a história, e se interessa por isso. E os modelos estão totalmente enquadrados no estilo da Adidas, que tem uma linha completa voltada para essa área", disse Rogério Dezembro, diretor de marketing do Palmeiras.

A procura no primeiro dia de vendas foi intensa. Peça mais procurada pelo público, a camisa, réplica de um modelo do fim da década de 1980, fez com que a loja trabalhasse de portas fechadas, com os clientes sendo liberados aos poucos para as compras.

A festa, que contou ainda com o ex-atacante Evair, herói palmeirense dos anos 1990, foi o pontapé inicial de uma estratégia de aproximação da linha "originals" do esporte propriamente dito, e do próprio Palmeiras.

"O futebol está ligado à história da marca e também à história da linha, que trabalha com o vestuário casual do cliente. Sempre tivemos modelos como esse, mas do Milan, do Real Madrid e de outros europeus que também têm patrocínio da Adidas. Essa é a primeira vez com um time brasileiro", disse Mariana Marques, gerente de categoria "originals" da Adidas do Brasil.


Continue lendo >>

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Camisa comemorativa Libertadores 99

Aproveitando a notícia de que Roque Júnior veio como o reforço emergencial para nossa zaga, vamos trazer aqui a camisa comemorativa à Copa Libertadores. Ela foi lançada no segundo semestre de 1999, e trazia as assinaturas de todo o elenco.


Camisa da coleção do Guilherme Offspring, valeu!
Vendeu pra caramba na época, me lembro bem. Foi uma feliz edição da Rhumell.

Sobre o Roque, achei uma boa contratação. Ainda deve ter lenha para queimar, e acho que vai ajudar bastante com sua experiência. Foi lançado no Palmeiras pelo Felipão, e detonou naquela memorável Líber de 1999. Na semi contra o River Plate (vitória de 3x0) fez um golaço de cabeça, e na final marcou um dos pênaltis consagradores.

Veja vídeo da semi-final contra o River Plate. Show de Alex. E nem lembrava que o Marcos saiu do gol para comemorar com o Felipão depois do 3o. gol. Comédia.



Quem não gosta do Roque é porque foi na conversa do Galvão Bueno, desafeto declarado. O Galvão sempre pegava no pé dele na época da Seleção. E, uma curiosidade, ele foi o primeiro jogador do mundo que ganhou Libertadores (pelo Verdão), Champions League (pelo Milan) e Copa do Mundo (pelo Brasil). Não sei se ainda é o único, alguém sabe?

Continue lendo >>

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Linha Retrô, finalmente no Brasil


Depois da novidade com a camisa limão, a patrocinadora oficial do Palmeiras incluiu em sua nova coleção uma linha exclusiva do Verdão, numa releitura do uniforme verde e branco que marcou a primeira fase da parceria entre a empresa e o clube alviverde.

A multinacional de material esportivo repete a fórmula, assim como fez com times como o Olympique de Marselha-FRA, e o Hamburgo-ALE. A reedição da camisa clássica do Palmeiras ganhou um toque retrô e chega às lojas para fazer a alegria dos torcedores fanáticos que esperavam pela justa homenagem.

A mini coleção, que tem edição limitada, é composta por camisa (R$ 99,90), agasalho com a descrição S.E. Palmeiras nas costas (R$ 269,90), e moletom com capuz, com o logo do time em marca d’água, na cor verde escura com detalhes em branco (R$ 269,90).

As peças, que foram lançadas antes no exterior, podem ser encontradas na loja Adidas do Morumbi Shopping, em São Paulo, e Ipanema, e no Rio de Janeiro.

Fonte: Globo.com

Nota do Maglia Verde: o preço da camisa surpreendeu. Por R$99 é uma ótima compra!
Mais informações: aqui, aqui, aqui.

Continue lendo >>

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Palmeiras tee

O Eduardo Picado conseguiu a foto da outra camiseta que está sendo vendida na coleção da Adidas Originals (já falamos neste post). É a Palmeiras tee, que pode ser vista nesta página aqui. Obrigado Eduardo!


O site inglês da Adidas descreve: "Esta é uma interpretação francesa (?) da camisa de torcedor, com o logotipo trefoil, o escudo do Palmeiras e farta estampa em torno da gola (é, deu pra perceber). As costas trazem 5 estrelas num arremate perfeito."


Não entendi o que tem de francês nesse modelo, se alguém puder explicar... Mas as 5 estrelas atrás só podem significar uma coisa: a homenagem ao 5o. campeonato brasileiro CBF que vamos ganhar este ano!! Yeah!
:-D

(Além desses, ainda existe um moletom escrito Verdão nas costas, e estampas do escudo do Palmeiras espalhados por toda a peça. Se achar a foto, penduro por aqui ok).

Continue lendo >>

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Ferrari, Schumacher e o Palmeiras

Mamma mia, eu já estava achando meio difícil a aplicação da marca da Ferrari na nossa camisa, por problemas com a Fiat no Brasil - porque a Fiat brasileira não é a responsável pela importação e venda de Ferraris. Mas pelo que se vê na matéria abaixo, a própria filial brasileira já concordou e está encaminhando o pedido para a matriz!

Será verdade?

Palmeiras planeja ações por Ferrari

Gustavo Franceschini
Da Máquina do Esporte, em São Paulo

O Palmeiras está negociando com a matriz da Fiat, na Itália, para ter a marca Ferrari estampada em sua camisa no dia 29 de outubro, na partida contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro. Para ativar o "patrocínio", o clube pretende criar ambiente no Palestra Itália e até cogita a presença de um piloto da escuderia no estádio.

A escolha da data, uma quarta-feira, está ligada à presença da equipe italiana em São Paulo para o GP Brasil, que acontece no domingo seguinte, dia 2 de novembro e encerra a temporada da Fórmula 1.

A visita de um dos corredores, portanto, está ligada à situação do campeonato. Caso o título ainda esteja em disputa, a ação com Felipe Massa ou o finlandês Kimi Raikkonen deve ser negada pela escuderia para que os competidores mantenham a concentração.

O próprio desempenho do Palmeiras no Campeonato Brasileiro faz o departamento de marketing descartar a realização de uma partida comemorativa. O calendário apertado só não vai impedir a distribuição de souvenirs e bandeiras da Ferrari e da Itália no dia do jogo, ação que já foi definida pelo clube.

Tudo isso depende apenas do aval da montadora. A filial brasileira já encaminhou o pedido à Europa, e espera obter resposta até o fim deste mês. O Palmeiras fala em 90%de chances de sucesso, e trabalha com afinco no assunto.


Quem será que vai vestir o manto? Kimi Raikkonen? Ou Massa (que é bambi na verdade, hehe)?
Tem gente até falando no Schumacher - que, vale lembrar, já é velho conhecido do Palestra pois já jogou algumas vezes lá. Não lembra? Olha ele aí disputando bola com o Baiano em 2004:


Continue lendo >>

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Agip com três listras


Esta aqui eu nem conhecia. Quem manda é o Ezequiel do Palestrinos, uma verdadeira honra para nós! (esse site, para quem não conhece, é uma aula de palestrinismo. Dá para ficar horas lá, admirando, aprendendo, e se orgulhando do Verde.)

Camisa de 1987, com patrocínio Agip e o detalhe diferente: as três listras nos ombros, exatamente como a Adidas usa hoje em dia.

A gola tambem é diferente do utilizado na época, com bastante branco e mais classuda, num estilão mais "inglês".


Consta que o Palmeiras usou esta camisa uma única vez, num jogo contra o Corinthians - 21 de junho de 1987, SEP 0 x 3 SCCP.

Alguém das antigas teria mais histórias sobre ela?


[Editado em 16/09/08] Pessoal, vejam mais detalhes sobre esta camisa, via PVC e Mauro Cezar:

Me confirma aqui o infalível PVC (...) as três listras na manga, característica da marca alemã, surgiram na primeira camisa palmeirense da Adidas, em 1977, mas o Conselho Deliberativo reclamou e elas sumiram. Reapareceram uma década depois, mas o Corinthians venceu um derby por 3 a 0 (o “jogo do Marcos Roberto”) e as listras foram banidas novamente após um só jogo.


Continue lendo >>

Camisa de menta

Atenção você aí que mora na Inglaterra, e está atrás de uma camisa listrada do Palmeiras!

O Ricardo Fassina achou esta jóia, o manto de 96 sendo vendido no site Classic Football Shirts.


O estado dela impressiona, está novinha novinha. Como dizem na terra da Rainha, "mint condition", ou "estado de menta". O argumento para a venda é que era uma dessas que Rivaldo usava antes de ir para a Europa, explica o site.

preço: quase 55 libras.

Olha, pensando bem, é até capaz do Diego Cavalieri comprar, hein!

Continue lendo >>

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Pelé com a camisa do Palmeiras!

Calma, você não está vendo coisas.

É que a Nestlé está com uma nova promoção, a Nestlé torce por você. E para divulgação desta campanha, Pelé veste várias camisas de times da série A e série B. Os prêmios são camisas, ingressos para jogos e prêmios em dinheiro.

Olha o Rei aí com a camisa do Verdão! (é do modelo do ano passado mas tudo bem).

Pelé assim finalmente realiza seu sonho e tem o seu dia de Ademir da Guia! rsss
:-D

Continue lendo >>

Alex, R. Carlos e Edu Dracena no Palmeiras?

Fenerbahçe de Alex, Dracena e R. Carlos, ‘imita’ camisa do Palmeiras

Segundo uniforme do clube turco é similar ao usado pelo Verdão.


Dois dos maiores ídolos da história recente do Palmeiras, o meia Alex e o lateral-esquerdo Roberto Carlos andam matando a saudade do Verdão. Pelo menos quando usa o segundo uniforme do seu clube, o Fenerbahçe, da Turquia. A camisa verde-limão é similar a usada pelo clube paulista (ambos possuem o mesmo fornecedor de material esportivo). Além de Alex, atuam no Fener os brasucas Deivid (ex-Cruzeiro), Wederson (ex-Americano-RJ) e Edu Dracena (ex-Cruzeiro). O chileno Maldonado, ex-Santos, e o uruguaio Lugano, ex-São Paulo, também defendem o clube de Istambul.

Fonte: GloboEsporte.com

Continue lendo >>

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Ferrari no manto?


Bomba! Bomba! Será que é verdade?
Deu no Lancenet:


Publicada em 8/9/2008 às 21:01
Palmeiras estuda ter Ferrari em sua camisa
Clube planeja estampar scuderia italiana na semana do GP Brasil

Scuderia Ferrari pode pintar na camisa do Verdão
A camisa do Palmeiras pode sofrer uma mudança durante a semana em que a cidade de São Paulo receberá o GP Brasil de Fórmula 1 (de 27 de outubro até 2 de novembro). O departamento de marketing estuda substituir o logo da Fiat pelo da Ferrari – ambas pertencem ao mesmo grupo italiano – para homenagear a scuderia durante a semana do evento.

Durante o período, a equipe palmeirense disputará duas partidas: dia 29 de outubro enfrenta o Goiás, no Palestra Itália, e no próprio dia da corrida (2 de novembro) vai até a Vila Belmiro, onde encara o Santos. A possibilidade da mudança foi divulgada pelo jornalista Juca Kfouri em seu blog na internet. O Palmeiras, por intermédio de seu diretor de futebol Genaro Marino, confirmou a informação da possível troca:

– É um estudo. O pessoal está conversando com o departamento de marketing. Vamos aproveitar a semana do Grande Prêmio do Brasil para dar um boas vindas à Ferrari.

O contrato do Palmeiras com a montadora é válido até o fim do ano. A Case, empresa de tratores e máquinas agrícolas, também do mesmo grupo, estampa a marca na camisa.

E essa é a nota do Blog do Juca:


Testa verde

Muito em breve o Palmeiras entrará em campo ostentando o nome Ferrari na camisa.

E não é nenhuma homenagem ao regularíssimo lateral-esquerdo que defendeu a Academia nos anos 60 e por seis anos seguidos.

Não, trata-se da marca mundialmente conhecida pela excelência dos carros que fabrica, do mesmo grupo da Fiat, que patrocina o Palmeiras.

É o Verdão turbinado pela cavalinho de Maranello.
Escrito por Juca Kfouri às 17h08


Ter o cavallino rampante na camisa do Verdão? É para deixar qualquer um de nós, tifosi alviverdes babando...

E o pessoal no orkut já se mexeu. As fotos deste post são montagens com a logomarca da Ferrari.
Crédito para estas duas montagens: Arthur Garcia




crédito para a primeira foto, vermelha rossa (também é montagem, calma pessoal): André Loureiro

Continue lendo >>

domingo, 7 de setembro de 2008

Nossa camisa amarela

Há exatos 43 anos, o Palmeiras entrava em campo com a camisa amarela. Amarelo-canarinho, para ser mais específico. Era a inauguração do Mineirão, e o Palmeiras fora convidado pela CBD para representar a Seleção Brasileira! Sim senhores, podemos considerar a camisa da Seleção também como uma maglia do Palmeiras!


Palmeiras - Seleção Brasileira, 1965.

7 de setembro de 1965. Nossa 1a. Academia era o melhor time no país e fez frente à Celeste Olímpica. O Brasil/Palmeiras venceu com autoridade o Uruguai, por 3x0, vingando o Maracanazzo de 1950 e lavando a alma do torcedor brasileiro. Neste dia todo o Brasil torceu pelo Verdão, veja só.


Esta foi a primeira vez em que um time representava a Seleção, do técnico ao massagista, entre titulares e reservas. Outros times tentaram fazer o mesmo em outras ocasiões, mas não foram tão bem-sucedidos. Por exemplo o Corinthians, que representou o Brasil frente ao Arsenal em novembro do mesmo ano mas acabou perdendo por 2 a 0 (tsc, tsc).

Curiosidades:
- foi a primeira e única vez em que um estrangeiro dirigiu a seleção brasileira: o argentino Filpo Nuñez, nosso comandante da Primeira Academia;
- o Palmeiras não levou a taça recebida por esta vitória, a Taça Independência, para o Palestra Italia, pois se pensava que o troféu pertenceria à CBD. Apenas em 1988 descobriu-se que ele ainda estava no Mineirão - hoje em dia está na sala de troféus do Palmeiras;
- 7 de Setembro de 2007: Palmeiras lança a 3a. camisa em tom verde-limão, que lembra o amarelo da seleção e homenageia o feito realizado pelo bravo time de 65.
- domingo que vem estaremos de novo no Mineirão, palco que inauguramos. Que seja com vitória sobre o Cruzeiro, crucial as para pretensões de título. Vamo lá Verdão!!

Para mais informações e detalhes sobre o Palmeiras-Seleção, este lindo capítulo de nossa história: veja em SEP 1, SEP 2, Memória Alviverde e BdF Brasil.

Continue lendo >>

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Faith No More e o Palmeiras

Em excelente post no seu blog número dois, o Alex Rolim traz um vídeo do Faith No More numa apresentação em São Paulo. Philips Monsters of Rock, 1995. A música é a Evidence, cantada pelo Mike Patton em português (!).

Mas o grande barato é o baixista Billy Gould, que está tocando com a camisa Palmeiras Coca-Cola!! Show!


Eu não sabia que sangue verde corria pelas veias do FNM. Sempre gostei de Epic, Falling to pieces e outras, mas a banda acaba de subir ainda mais no meu conceito.

Outro vídeo, este achei no Youtube - pena que a qualidade não esteja tão boa. Faith No More, Wat a Day:




Continue lendo >>

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

A camisa Palmeiras-Agip


Esta é, assim como a Palmeiras-Coca-Cola, um objeto de desejo para muuuito palmeirense por aí. Digo até que é um marco na história do design contemporâneo, acho que merecia inclusive estar exposta no MOMA em Nova York. :-)

A marca da Agip caiu bem demais no nosso manto, apesar de suas cores não terem lá muito a ver com a história do Verde.
Hehe, eu adoro essa marca colorida, mas simplesmente não aceitei o logotipo amarelo-laranja-vermelho da Suvinil no começo deste ano... rss. Juro que nem eu mesmo me entendo.


O logotipo da distribuidora italiana de combustíveis e lubrificantes foi escolhido através de um concurso na Bota em 1952. "il cane a sei zampe", ou o cão de seis patas, foi o vencedor unânime. Trata-se de um animal imaginário, uma figura mitológica com um poder extraordinário que é simbolizado pelas seis patas e pela chama cuspida pela boca. Hoje em dia na Itália essa marca desperta na memória de todos a idéia de combustível.

A fonte usada para as letras do nome, criada mais tarde em 1970, evoca por sua vez a idéia de "estradas".

No Brasil, a companhia se concentrou mais em distribuição de gás, e desde 2004 é controlada pela Petrobrás.


Em nossa camisa ela aparecia na frente e nas costas. As letras em branco e vermelho (no pingo do i), o logo em preto e amarelo.

Na camisa branca, a diferença é que a marca vinha com letras em preto e vermelho.


O escudo do Palmeiras era pintado, a marca da Adidas tambem pintada (logo trefoil). Fonte dos números com pequeno trefoil na base de cada um. Gola em V, bem anos 80.

Usamos a camisa em 1987 e 1988. Em 87 também foram usadas algumas com gola careca (redonda). Estas mostradas nas fotos pertencem ao já habitual colaborador e amigo Emerson Ayres, a quem muito agradecemos novamente.

créditos 1a. foto: Museu dos Esportes
créditos demais fotos: Emerson Ayres


Continue lendo >>
Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO