segunda-feira, 12 de maio de 2008

Gambiarra...

Que papelão fizemos ontem no Couto Pereira. Além de parecer estar "fora do ar" e sofrer derrota por 2 a 0, o Palmeiras estava irreconhecível em campo, graças a uma combinação pra lá de estranha: camisa verde-limão, shorts branco e meias verdes (???).


O pior nem era isso. Segundo o 3VV apurou, a Adidas não havia preparado camisas de manga longa com o logotipo da Case, e assim o time entrou com uma camisa adesivada. De chorar.
Escudo de campeão paulista, então, nem pensar né dona Adidas??

Coloco aqui trecho do 3VV, com o qual concordo plenamente:

Erra a Fiat, que não vem pedindo as coisas de forma ordenada. Erra a Adidas que entrega um produto que parece que foi feito no quintal de casa e parece que está mais preocupada em ganhar o Corinthians e o Flamengo do que manter o Palmeiras. Todos perdem, inclusive o Palmeiras, pela imagem horrorosa que fica na camisa. Lamentável!

Fato ainda mais contrastante quando comparado ao profissionalismo no Coritiba, que apresentou seu novo terceiro uniforme, feito pela Lotto e que é festivo devido ao título da Série B. Parabéns Coxa. Aliás essa camisa do Coritiba até lembra nosso terceiro uniforme prateado, 2006/2007.

7 comments:

Rafael - Palmeiras Let's Gol! 12 de maio de 2008 17:52  

Também achei muito toscas as gambiarras. O adesivo e o short branco zuaram tudo.

E ainda sobre a camisa de ontem, considero que a camisa verde-limão foi muito legal, causou um grande impacto, vendeu muito, mas já completou seu ciclo. Aproveito o tema para fazer uma propagandinha rápida, se me permite. Eu escrevi sobre esse mesmo assunto em meu blog, e também levantei a bola para que o voltemos a usar o segundo uniforme quando necessário:

http://palmeirasletsgol.wordpress.com/2008/05/12/saudades-da-camisa-branca/

Valeu ai!

Bruno Zaneti 12 de maio de 2008 21:55  

Concordo com o Rafael, rapaziada. Não sei se alguem tem numeros mais precisos que eu, mas acho que não usamos o tradicional nº 2 (o branco) nenhuma vez nesse ano. Estou certo?!

Acho muito valido o impacto da verde-limone Brasil afora, mas nosso uniforme branco também é lindo. Então, não dá para substitui-lo por um uniforme "gambiarra" como no ultimo domingo.

Luciano 13 de maio de 2008 12:21  

Tá tudo errado mesmo.

A Adidas, parece uma confecção de fundo de quintal, não tem a agilidade necessária pro mercado atual. Em qualquer ramo de atividade os fornecedores se desdobram, viram a noite trabalhando pra agradar o cliente. A Adidas não...
Com essa postura, só vai perder mercado...

A Fiat/Palmeiras a meu ver não errou. Marketing é muito ágil, volátil, as coisas mudam de uma hora pra outra. Se a Fiat quiser mudar o patrocínio pro próximo jogo, por exemplo estampar PUNTO na camisa, é so mandar os logos vetorizados pra Adidas e a Adidas DEVERIA confecionar uns 5 jogos de camisa pro próximo jogo(3 curtas e 2 longas) sem mais delongas.

Agora, esse tipo de gambiarra no patrocínio é inadmissível.

Quanto ao uso das camisas...

Palmeiras é verde escuro cazzo. Devemos preservar as tradições. O Branco deve ser usado quando somos visitantes contra o Goiás, Gama e Juventude(e olhe lá...)
A camisa verde-limão deveria ser usada somente em ocasiões especiais. Por exemplo, todo jogo aos sábados no Palestra. Devem ter uns 4 no ano só sábado a tarde no Palestra...
Jogo de domingo, quarta-feira, jogo como visitante é VERDE ESCURO.

Esta banalização do verde-limão em detrimento do verde Tradicional é inadmissível, nenhuma equipe no mundo troca o seu uniforme 1 pelo 3 nesse ritmo que estamos trocando.

Um ultimo pitaco sobre o Uniforme.

Conforme Estatuto
Uniforme 1 - Camisa verde escura, shorts brancos, meias verdes
Uniforme 2 - camisas brancas, shorts verdes, meias brancas

Temos de respeitar o estatuto, é a lei vigente. Em ocasiões especiais, por exemplo, meias brancas em finais ou partidas decisivas, deve-se abrir a exceção, mas só nesses eventos.

No mais, não tem o que elocubrar...é respeitar as tradições...

blog Maglia Verde 13 de maio de 2008 15:33  

Opa, concordo com vocês, pessoal. Fiquei pasmo quando vi nosso manto no jogo contra o Coritiba.

Luciano,
eu não sabia que as configurações do uniforme constam no estatuto. Você teria mais detalhes sobre isso?

um abraço!
Erick

Luciano 13 de maio de 2008 17:13  

Cometi um engano, no Estatuto não mais consta como devem ser os Uniformes em seus mínimos detalhes, apesar de eu achar que deveria constar.
Provavelmente deve ter sido retirado do estatuto na época das camisas listradas da Parmalat pois senão qualquer mudança do uniforme deveria ser aprovada pelo conselho.

Preferiu-se colocar um artigo no estatuto em que a Diretoria Executiva tem poderes sobre o uniforme.

uma cópia do estatudo pode ser vista aqui

http://www.palmeiras.com.br/clube/estatuto_sep.pdf

Quanto a parte de Uniformes, está na página 67 do estatuto

Abraços

Tim 13 de maio de 2008 18:55  

Eu acho que o Palmeiras deve sempre jogar em casa de camisa verde, calção branco e meias verdes!

Se o Palmeiras for jogar fora, contra um time que tem calção branco, deveria jogar de verde-limão!!

Se for jogar fora contra um time "de uma cor só" (Sport, Atlético PR), deveria jogar todo de branco!!!

O Palmeiras fica muito "estranho" todo de verde!!!!

Ronaldo 16 de maio de 2008 00:56  

Estranho mesmo é ver o Mago jogando com cabelo curto... rss

Realmente, o terceiro uniforme do Coritiba ficou bem legal, principalmente o detalhe da faixa ficotada à altura do peito. Tudo bem que lembra a nossa terceira de 2006, mas aquela era muito horrívl. Pra esquecer. E todo mundo querendo um uniforme azul, como o da Azurra.

Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO