quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

I Corrida Arrancada Heróica

É verdade, este assunto já estava passando batido por aqui.

Dia 13 de dezembro ocorreu a I Corrida Arrancada Heróica, uma corrida de rua que reuniu os praticantes palmeirenses. Parece que o evento deu super certo, isso é muito bom porque com certeza haverão outros. Aliás, o nome escolhido para a corrida caiu como uma luva, muito boa idéia.


E o orgulhoso corredor palestrino Rafael de Lima Silva nos enviou fotos, da camisa e da medalha, para compartilhar com todos nós. Show de bola, participar da corrida e ainda levar estas lembranças para casa.


Sou fã incondicional do blog, todos os dias dou uma passada para ver se tem novidades. A cada visita uma surpresa!
Sou um colecionador na medida do possível de maglias do Palmeiras, as condições financeiras me impossibilitam uma coleção maior.
Mas nessas minhas visitas diárias ainda não vi nada sobre a I corrida Arrancada heróica do Palmeiras, como sou praticante de corrida de rua não fiquei de fora deste maravilhoso encontros dos palmeirenses corredores. Não via a hora de correr e receber a camisa brinde e a medalha com o escudetto.
Eu e mais dois parceirões de corridas fomos la no Jóquei Clube de SP no dia 13/12/2009, para essa celebração, poderia ser muito mais festivo se não fosse o nosso final trágico de 2009 nos campos de futebol.

Falando da Maglia é uma climacool da Adidas com o símbolo no centro com aquele verde dos velhos tempos. Linda, que agora desfilo com muito orgulho pelas ruas daqui da minha cidade São José dos Campos.
Na foto eu no centro, e do meu lado esquerdo segurando a medalha meu grande amigo Neto, e do lado direito Ricardo.
Na outra foto a medalha que hoje tem um lugar de destaque.



Valeu Rafael, e parabéns por ter completado a prova!

Continue lendo >>

Palmeirense em Roma

Boas fotos estas hein, muito legais essas ruínas antigas. Quem nos enviou foi o palestrino Breno Belfiglio, usuário frequente da ponte aérea Bragança Paulista-Roma.
Valeu Breno, representando o verde em plena Itália!


Sou de Bragança Paulista, interior de SP, reduto de palmeirenses.
Acompanho o seu Blog há 1 ano e acho excelente pois resgata a história das nossas camisas.
Estive em Roma na semana passada para visitar meus tios e aproveitei para assistir ao derby local Roma x Lazio (com a minha maglia, é claro).
É a segunda vez que assisto a esse derby romano e sem dúvida nenhuma é o de maior rivalidade em toda a Itália, inclusive superando Inter x Milan, Sampdoria x Genoa, Juventus x Torino.
Como bom filho de italiano, torcedor do Palestra no Brasil e da Lazio na Itália, o sangue italiano corre em minhas veias.
Seguem algumas fotos de Roma e do jogo (desculpe o peso das fotos), que infelizmente terminou 1 a zero para a Roma.
Abbraccio e Saluti biancoverde.
Avanti Palestra!


Legais as fotos do jogo, realmente assistir esse clássico no Stadio Olimpico deve ser uma experiência e tanto!

Continue lendo >>

domingo, 20 de dezembro de 2009

Palmeiras em Santiago

Quem nos envia estas fotos é o palestrino jornalista Diego de Lima.
São fotos tiradas em Santiago, capital chilena. Ôpa, deste jeito já dá pra fazermos um guia de viagens do Maglia Verde hein! E é muito legal é ver todo palmeirense representando o Verdão em todo canto do mundo!


Sou um leitor assíduo do blog e o acho muito criativo. Acabei de me formar em jornalismo e percebo na mídia atual muita coisa igual. São sempre as mesmas coisas, os mesmos canais de comunicação com o leitor sobretudo com o avanço contínuo da internet. O Maglia Verde é diferente, o blog estabelece uma relação com o palmeirense diferente, aborda assuntos originais como mostrar as camisas do Palmeiras do passado. É uma relação maravilhosa e sinto prazer em ler o blog.
Parabéns mais uma vez e segue minha foto, em uma viagem. Estive em Santiago, no Chile, em março deste ano. A primeira foto é com a camisa do Verdão em frente ao Palacio de La Moneda.



Diego e os Guardas do Palácio de La Moneda


Cidade de Santiago vista pelo alto do Monte San Cristóbal.
Valeu Diego!

Continue lendo >>

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Camisa autografada original

Esta é pra quem está louco para ter alguma camisa autografada, e não tem acesso fácil à Academia de Futebol ou ao Palestra, e também não quer se arriscar no Mercado Livre.


A loja oficial do Palmeiras, a Mundo Palmeiras, traz este kit de Natal:
- 1 Camisa Adidas Palmeiras II 2009 s/n° – Tamanho G autografada;
- 1 Camiseta Adidas Palmeiras Azzurra – Tamanho G;
- 1 Adesivão Alta Definição Reaplicável – Palmeiras;
- 1 Boné Adidas Palmeiras I 2009.

Me chamou a atenção a camisa autografada, e a Mundo Palmeiras/Netshoes esclarece que são assinaturas originais dos jogadores. Consta que as assinaturas foram feitas uma a uma - as camisas foram levadas ao treino e os jogadores autografaram. Uma ótima idéia, não?

Vocês podem ver na foto os autógrafos:
Acima do Samsung: Marcos e Ortigoza;
Abaixo: Vagner Love, Armero, Maurício Ramos, Cleiton Xavier e Diego Souza.

Gostei dessa, felizardo de quem conseguir comprar esses kits (o preço é de R$ 349,90). Para mais detalhes, clique neste link.
Ah, e tem o kit feminino também, neste link.

Continue lendo >>

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Camisa tampão away branca

Esta camisa nos foi enviada pelo palestrino colecionador Rapha.

Já falamos da camisa tampão de 2003 neste post, de cor verde. A camisa do Rapha é de cor branca, bem similar a aquela, e era o uniforme away provisório naquele curto período entre o fornecimento oficial da Rhumell e da Diadora.


Se não me engano, esta branca nunca chegou a ser usada em jogo - e é por isso que alguns colecionadores se referem a ela como sendo uma "camisa tampão vetada".
Não deixa de ser mais uma curiosidade sobre esta camisa, não é mesmo!


Valeu Rapha!

Continue lendo >>

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Parabéns molecada!

Pois é, no post de outro dia falamos de Araras, e foi nessa cidade que nosso time sub-20 levantou a taça de Campeão Paulista 2009 neste fim de semana. Sim, o Palmeiras conquistou um título neste final de ano, e ainda batendo o Barueri em 4 a 0 na final. Amigos, vemos luz no final do túnel, o futuro promete.


Fica aqui os parabéns a essa moçadinha, que fez muito mais bonito que os atletas profissionais do time principal. Boa sorte na Copinha SP!

A foto é do Mondo Palmeiras, mostra o pessoal na comemoração. Reparem que na final foi usada a maglia branca igual à do time principal.

Continue lendo >>

Palmeirense em Londres

Na foto, confira o palestrino André Zanon, que voltou de Londres há pouco tempo.


Quem enviou a imagem foi o Augusto César, primo dele, que ainda esclarece: Essa foto foi tirada no bairro de Candem Town em Londres, onde reside a barraqueira Amy Winehouse!

Nosso amigo Tito, representante do Verdão no Reino Unido, mora ali pertinho e deve conhecer o pedaço.
A julgar pela foto doida, o bairro parece ser um lugar bem maneiro, louco mesmo! Valeu André e Augusto!

Continue lendo >>

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

A camiseta que vale 1 Roberto Carlos

Vejam só esta camisa, poderíamos até dizer que ela foi trocada pelo Roberto Carlos... será?

A camiseta é do Marcelo Valem, valeu amigo!


Esta é uma camisa mais simples, mas tem uma história curiosa. Em 1992, logo que a Parmalat assumiu, meu pai mandou uma carta para o Brunoro dizendo que aqui em Araras, jogavam pelo União dois bons laterais esquerdos. O titular, Carlos Roberto, e o reserva, Roberto Carlos. Em resposta, o Brunoro (ou a assessoria) mandou esta camisa de presente. Ah, e é claro, não foi pela carta do meu pai que contrataram o Roberto Carlos no ano seguinte...

Muito bacana, adorei a história! Marcelo, talvez tenha sido pela carta do seu pai sim que a Parmalat chegou no Roberto Carlos, como não?
E é muito legal saber do tratamento simpático que a Parmalat provia aos torcedores.

Ontem tivemos uma boa notícia que foi a manutenção do Cipullo no cargo da diretoria de futebol. A posição continua em boas mãos na minha opinião, mas eu curtiria muito também se viesse algum profissional remunerado e dedicado como o Brunoro, e respirando futebol do Palmeiras full-time, 24 horas por dia.

Sobre o Roberto Carlos, que eu gostava muito: é verdade que ele vai pra Marginal sem número? Que fim de carreira.

Continue lendo >>

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Camisa dos 10 anos de sorte

Olá amigos, retornei do coma a que estava submetido. Desculpem, foi muita decepção, ô final de campeonato mais melancólico.
Parece que estou com uma ressaca das brabas, mas, pior, nem afogar as mágoas dá certo. Nenhuma cerveja desce redondo, gostoso nesse clima.

Mas, vamos em frente. Um blog não é um blog se não for atualizado frequentemente!


O palestrino Valdir Castaldelli Junior compartilha do sentimento e manda estas fotos desta camisa autografada que seria a do título, e infelizmente não foi - mas ela será a camisa dos 10 anos de sorte! Acompanhe o raciocínio dele:

Era uma camisa comum, sem nenhum detalhe exclusvo, tinha ido a loja de um shopping de São Paulo para escolher a camisa que eu queria comemorar o título. Olhei a Azul, falei, é essa! mas lá no fundo, atras de todas as outra camisas existia uma única Verde-limão. Poxa eu não tinha nenhuma daquela cor. Olhei pra azul, olhei pra ela e me deparei com um dilema moral queria comemorar o título com a camisa azul, mas por outro lado não tinha comprado a verde-limão ainda. Comprei a Verde Limão.

Palmeiras líder, e eu feliz da vida, minha mãe me fala - Filho, a empresa onde eu trabalho presta serviço para o Palmeiras! Você não quer que eu peça para os jogadores autografar pra você? - Ela tinha menos de uma semana de emprego. Eu já havia comprado a mais de 3 semanas a camisa. Pensei. Poxa, é algum sinal divino. SEREMOS CAMPEÕES! Respondi que queria. E Assim ela levou minha camisa para assinar. Ela me devolveu a camisa assinada na véspera do jogo contra o Sport, ela ainda está até com a etiqueta de papel. Empatamos o jogo, perdemos o jogo para o Gremio. Descepção. Olhava pra camisa com vontade de queimar ela. Aí eu me lembrei da minha primeira camisa assinada. A de 92...

Em 92 quando eu tinha apenas 13 anos, minha mãe brigava comigo que queria passear e eu queria ver o jogo do Verdão, final Palmeiras vs São Paulo. Palmeiras perde o primeiro 2 a 1 eu triste, cabisbaixo minha mae comprou uma camisa do palmeiras pra mim e me disse, filho tenho uma surpresa. 13 anos e ela fala pra uma criança que tem uma surpresa. Eu enlouqueci, queria saber o que era. E ela não me disse, cheguei num prédio grande, no centro de São Paulo, ela me pergunta, filho você sabe quem está ali dentro daquele prédio? - Quem? perguntei eu. E ela me respondeu, o time do Palmeiras! Eu não sabia se eu saia correndo do carro, se eu chorava, num sabia o que fazer. O Palmeiras estava concentrado para o jogo ali naquele prédio. E naquele dia peguei assinatura de todos os jogadores... até de um cara que pra mim foi o maior em campo. Evair. Aquele dia foi mágico. Perdemos o título é verdade. Depois teve um 4 a 2 pro são paulo. As piadinhas com 'você nunca viu seu time campeão! hahaha' na escola continuaram. Me senti humilhado naquela época do mesmo jeito que me sinto agora. Mas eu sou palmeirense, e como todo palmeirense, amamos o Palmeiras, sendo campeão ou não.

Moral dessa história: A última vez que eu peguei uma camisa assinada pelo time tivemos 10 anos de vitórias saímos de uma fila de 18 anos sem títulos, incluindo um titulo inédito a Libertadores 99. Estou triste hoje, mas olho para a camisa e digo. Agora você vai me dar 10 anos de títulos e felicidade!


Valeu pela colaboração Valdir, é isso aí, temos que ter otimismo e acreditar sempre.
Todas essas maracutaias extra-campo e decepções têm nos atingido fortemente, mas o amor pelo Verdão não diminui! Forza Palmeiras!

Continue lendo >>

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Torcida Palmeiras Juiz de Fora

O meu quase-xará Erich Monteiro colabora enviando desta vez a camisa da Torcida Palmeiras Juiz de Fora.
Legal conhecer estas torcidas Brasilzão afora. É uma maneira de o pessoal se juntar e curtir juntos esta passione que nos empolga tanto.


Essa é a camisa da torcida Palmeiras Juiz de Fora, que fundei junto com um parceiro no mesmo mês de agosto a 4 dias do aniversário do clube. Temos um bar próprio onde assistimos os jogos e, no último jogo contra o Fluminense no Maracanã, houve um mega encontro da Palmeiras JF com a Palmeiras RJ e até um pessoal da Palmeiras BH, de onde fui membro quando morei lá. Infelizmente, compromissos profissionais me impediram de ir nesse jogo (pior: fui demitido justamente no dia seguinte).


A marca GSport é daqui de JF mesmo, que já vestiu o Tupi (principal time local) e várias outras equipes do interior mineiro. O design é totalmente copiado de uma camisa do Betis, mas o escudo é criação nossa e desenvolvido por um amigo diretor de arte vascaíno, que caprichou nas referências: o azul, vermelho e verde (cores muito comuns em nossos uniformes, por sinal) são da bandeira da cidade, que aparece na manga.


Legal, esta marca GSport eu nunca tinha ouvido falar.

Parabéns pela arte Erich, e valeu pela colaboração! (e espero que você já tenha arranjado um novo emprego).

Ah, gostaria de saber: quem nasce em Juiz de Fora é o quê? Juiz-forense? Juiz-de-forano?

Continue lendo >>

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Lombardi, palmeirense

Uma notícia chata hoje: o falecimento do Lombardi, o Luiz Lombardi Neto, famoso locutor e parceiro do Silvio Santos.

Dono de bordões dos mais conhecidos no país, era considerado a voz do SBT.

Era conhecido também pela personalidade misteriosa, não aparecia muito e não gostava de mostrar sua fisionomia. Mas nesta foto que acredito ser de 2001, ele aparece sim, e exibindo uma de suas paixões: o Palmeiras, é claro!


Valeu por tudo Lombardi!

Continue lendo >>

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Camisa Velloso 1991 pré-temporada

Loucura, loucura, loucura, meus amigos.
Vejam esta camisa, envergada pelo Velloso na pré-temporada de 91. Não me lembro de tê-la visto antes.


Quem nos dá a chance de conhecê-la é o amigo Angelo de Bernardes Neto, ou AB Neto, que ainda faz uma análise riquíssima em detalhes.

Esta é uma foto registrada por um amigo quando o Palmeiras enfrentou amistosamente o Estrela de Porto Feliz, preparando-se pro Paulistão de 1991. A camisa tem o logotipo da Adidas, mas se você prestar atenção tanto ele quanto o distintivo parecem estar estampados em outro tecido, acho que colocado por cima do original. Pelo desenho da camisa, acredito ser uma da marca Pro Onze. De qualquer jeito, é um uniforme bem legal. Nesta época eu jogava futebol de mesa pelo Ituano Futebol Clube e o goleiro de acrílico do meu Palmeiras foi especialmente produzido nestas cores; tinha outro também inspirado naquela camisa que já foi postada aqui anteriormente, azul marinho e cinza, com detalhe em vermelho (movimento cubista?). Note que a luva é da marca Uhlsport, modelo Inter Milano, provavelmente assinada pelo Valter Zenga, que hoje gosta de falar que quer treinar o Palmeiras.

O jogo da foto foi realizado em 30 de Junho de 1991 no estádio Dr. Julien Fouque, da A.A. Portofelicense e terminou 2 x 0 pro Verdão. A equipe do técnico Nelsinho Baptista (Arrrrgh!!!) foi a campo com: Velloso, Galeano, Toninho, Eduardo (Glad) e Roberto (Biro); Junior, André, Betinho e Ranielli (Jorginho); Lima e Edvaldo (Márcio). Gols: Jorginho 11 e Betinho (pênalti) 28 do segundo tempo. A foto é do meu amigo Flávio Torres, digamos, um grande admirador do Verdão... he, he, he.

Realmente ela está com o escudo e logotipo adidas colocados sobre o material original. Não está com esparadrapos, porém... rs

Que achado! Deve ser exclusiva hein, valeu Angelo e Flávio, um abraço!

(Angelo, se você tiver fotos de seus goleiros de acrílico, mande para nós que eu acrescento neste post ok)

Continue lendo >>

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Camisa pólo Diadora

O mesmo Rafael Steluti do post abaixo envia também esta camisa de viagem da Diadora.
Muito bonita, esse cinza é bem elegante. E sempre achei o desenho da Diadora bem moderno, algo tecnológico, saca?


Esta é uma camisa minha que não lembro de ter visto no blog.
Comprei essa camisa há cerca de 1 ano e meio, em uma loja em São José do Rio Preto, que ainda tinha várias coisas da Diadora.
Achei essa mto bonita e resolvi comprar.
Uma curiosidade é que ela não tem o logotipo da Pirelli, então patrocinadora do Palmeiras.


Legal Rafael, realmente ainda não tínhamos esta camisa em nosso acervo!
Interessante que você a encontrou em uma loja no interior. Nesse tipo de loja às vezes se encontram belos achados, mesmo.

Hehe, e você falou de Rio Preto, já visitei um amigo aí nos tempos de faculdade. Fomos numa festa animal no Ibilce, ô povo animado! Bons tempos...

Continue lendo >>

Retrato feito à mão

O palestrino Rafael Steluti, um artista de mão cheia e palmeirense daqueles nos envia este belo desenho. Arte pura, é um retrato do Evair, El Matador.


Este é um desenho que fiz esses tempos atrás, do grande Evair, que faz mta falta hoje em dia... rs
O desenho retrata o saudoso período de 1993, 94...

Ah, quem me dera se os atletas jogassem com a garra e vontade do Evair neste domingo... Ainda temos chances, mas ver os caras jogarem sem vontade é de cortar o coração.

Rafael, parabéns pelo desenho!

Continue lendo >>

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

The Final Countdown

Upa pessoal, desculpem por ter começado a atualização meio tarde nesta semana. Finalmente arrumei um tempinho para atualizar o blog (ah, também ainda não me recuperei do baque de semana passada, confesso).

Mas o palestrino Vitor Galluzzi me ajuda a peteca a não cair e nos manda estas fotos muito interessantes, ele arrumou uma maneira original de fotografar sua coleção, vejam:


A ordem está completa de 1 a 33 e ele adicionou alguns números aleatórios, incluindo vários exemplares bastante curiosos aí no meio.
Tá parecendo uma cartela gigante de um bingo do Palmeiras!! hehe


Caramba Vitor, você não tem nenhuma com número repetido? Que doideira!
Valeu e parabéns pela originalidade!

Continue lendo >>

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

2008 com Suvinil 1a. versão

Para completar as discussões que houveram no post anterior do Waldimar, da verde-limão com mangas coloridas da Suvinil, o amigo Dário Gomes prontamente nos traz fotos da camisa verde da mesma época. Esta também possuia as mangas com o logotipo multicores da Suvinil.


Pessoal, tem gente dizendo que a verde-limão é montada, mas deve ter existido sim. O Palmeiras já jogou com esta verde aqui e o Dário lembra que para todos os jogos o Verdão leva o conjunto titular e o reserva de uniformes.
A verde-limão não chegou a ser usada em jogo, por isso eu a coloquei na seção "vetadas".


Agora, você quer saber a minha opinião sobre este logotipo amarelo-laranja-vermelho-preto nas mangas?

Dá uma relembrada olhando este post aqui, ó: link
E para quem não sabe ou não lembra, a mudança ocorreu logo após, com muita pressão da torcida e da mídia palestrina: link
(hehe, nessa época o blog era novinho ainda...)

Valeu Dário!

Continue lendo >>

Maglia em Paris

A palestrina Fabi Medeiros reaparece aqui no blog, trazendo mais contribuições. São fotos de sua sobrinha palestrina na capital francesa...


Minha sobrinha Taís ganhou uma bolsa universitária e está passando 8 meses em Paris, e é claro que, como boa Palmeirense levou a Maglia do verdão para a França.
Ela tirou fotos em locais maravilhosos da cidade e me mandou para que eu enviasse para o blog.

Esse é o nosso verdão, que apesar de não estar representando muito nos gramados, segue amado por todos nós, que continuamos sempre acreditando, seja no Palestra, seja em Paris, seja em outras partes do mundo, afinal "ele ganhando, ele perdendo, somos Palestra de coração."


Bela mensagem Fabi!
Obrigado pra você e pra Taís. Deixa eu ver se eu acerto onde ela tirou as fotos: Place de la Concorde, Trocadero/Torre Eiffel e Pirâmides do Louvre. Deve ser isso...

Continue lendo >>

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Suvinil vetada (2008)


Quem nos envia estas fotos é o palestrino Waldimar Máximo.
Eu nunca tinha chegado a ver esta camisa. A verde-limão, que era a segunda camisa na linha 2007/2008, foi apresentada com o patrocínio Suvinil nas mangas na versão já "discreta". A marca já não tinha o arco-íris da fabricante de tintas.

Você não lembra? Foi em 21 de fevereiro de 2008, na apresentação do Kléber.

Esta camisa das fotos deve ter sido algum modelo protótipo, feito para avaliação preliminar. Podemos assim considerar como um modelo vetado.


Nesta versão, a marca Suvinil aparece apenas na parte frontal das mangas. O nome da fabricante de tintas aparece na cor preta, e há também o box com o "arco-íris" da marca.

Continue lendo >>

domingo, 15 de novembro de 2009

Ajuda para identificação - jaqueta old school

Precisamos de ajuda aqui, pessoal.
Nosso amigo palestrino de nome moderno, o Woodson Silva, nos enviou estas fotos e pergunta sobre a originalidade e o ano dela.


É uma foto da jaqueta do Palmeiras que tenho aqui, gostaria de saber se ela é realmente original, faz um tempo que tenho ela, mas nunca tive certeza da originalidade, pois ela não tem bolso, queria saber que ano é exatamente e se não faziam elas com bolso...


Woodson, tenho certeza que o pessoal mais das antigas pode ajudar hein. Qualquer dica será bem-vinda aí na caixa de comentários, ok pessoal!

Continue lendo >>

Palmeirenses em Guaratinguetá

Esta camisa aqui quem manda é o palestrino Caio Couto Carvalho. Pela segunda foto que mandou, ele deve ser de Guaratinguetá, na rica região do Vale do Paraíba, no interior paulista. Já trabalhei com um cara de Guará, como se diz por lá, e ele sempre repetia que lá tem bastante palmeirense.


Já tem um bom tempo que eu frequento o blog e a cada dia que passa fico mais surpreendido com os modelos que o pessoal manda aí. Vou aproveitar e mandar umas fotos do que atualmente é o meu manto "número 1". Comprei começo do ano e mandei personalizar com o meu nome e o número 30, que todo pensa que é por causa do Gladiador mas na verdade é o número que o meu xará e ex-Verdão usa no Frankfurt, o Caio que jogou no Palestra em 2007 e que coincidentemente é o dia que eu nasci também (30/09).

Esta camisa é muito boa mesmo, acho que o maior mérito dela foi trazer de volta esse tom escuro de verde!


Valeu Caio!

E você, também tem um "manto número um", que é mais usado que os outros? Ou reveza as camisas?

Editado: o Caio manda mais informações...
Só pra informar, coisa que eu não fiz no meu e-mail, na verdade eu sou nascido em Itamonte/MG, cidade a uns 100km de Guará e faço faculdade na EEL-USP em Lorena, cidade colada em Guará e essa galera da foto é da faculdade também, mas volto aos finais de semana pra Minas. Nesse caso foi uma data especial que eu fui obrigado a ficar no Vale, a 1ª vez que eu vi o Verdão ao vivo depois de muitos anos e a 2ª na vida (a 1ª foi numa pré-temporada realizada em Itamonte, no início da parceria com a Parmalat que tinha fábrica lá e essa visita foi o grande incentivo para torcer pro Verdão).

Continue lendo >>

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Camisa tampão do Palmeiras

O nosso amigo garimpeiro de camisas do Palmeiras, o palestrino Fabio Look, nos traz outra camisa que talvez nem seja tão conhecida pelo pessoal mais novo: é a célebre camisa tampão.


Chama-se um uniforme de tampão quando não se tem um contrato oficial com algum fabricante - o time usa então uma camisa temporária, com ausência de marca. Em geral, são bem simples, com pouquíssimos detalhes e fonte dos números também bastante comum. Tampouco são peças disponíveis para venda nas lojas - são feitas somente para quebrar o galho, mesmo, para que os jogadores tenham o que vestir numa partida.

No caso desta do Palmeiras de 2003, com o fim do fornecimento pela Rhumell (a Rhumell, como sempre enrolada numa história complicada pacas), houve algumas semanas em que ficamos sem fornecedor oficial até a entrada da italiana Diadora.


Esta aqui se não me engano era fabricada ainda pela confecção que produzia para a Rhumell mesmo. Quanto ao patrocinador nenhuma alteração, percebam que a Pirelli aparecia normalmente na camisa.

Segundo o Fabio, esta camisa foi utilizada em julho de 2003. Vejam nas fotos abaixo, Vágner Love atuando contra o Londrina, em 19 de julho. A Diadora foi anunciada logo após, o lançamento foi no dia 29.


Valeu Fabio, esta é uma bela peça para completar qualquer coleção de camisas do Verdão!

Continue lendo >>

Betty Boop?

A palestrina Môh Silveira nos manda uma fotinho e pede para publicar aqui. Ela é de Sorocaba, a mesma cidade do parmerista Conrado, será que é parente dele?


Primeiramente parabéns pelo blog eu ADORO e acesso todos os dias.
Bom meu nome é Mônica Silveira de Sorocaba e eu ganhei essa blusinha do meu pai palmeiresne fanático. Ele trouxe de SP, eu adorei e achei bem diferente.
Pois nesse calorzão é bom usar umas regatinhas mais leves e agora com o PALMEIRAS estampado e um look bem feminino adorei(L)

Este post serve para chamar a atenção da adidas. As moças palmeirenses geram grande demanda por produtos diferenciados, com outros temas e modelagem feminina. Que tal atender melhor a este público?

Continue lendo >>

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Camisa preparada Danilo 2009

O responsável pela colaboração de hoje é o Bruno Mazucatto, nosso já conhecido palestrino da Móoca.
Ele traz camisa que foi preparada para o Danilo, excelente defensor de nosso time e que por sinal levou um pênalti roubado pelo Simon no último jogo contra o Fluminense. (aliás, esse ambiente sórdido do futebol brasileiro é que me encheu um pouco o saco e por isso dei uma pausa no blog nesta semana. Vamos voltando aos poucos...)


Uma camisa preparada quer dizer que ela não é disponível para venda em lojas, foi preparada pela equipe de roupeiros para uso dos jogadores. Não necessariamente foi utilizada pelo atleta.


Veja mais explicações sobre a peça, dadas pelo Bruno:

Venho, novamente, enviar as fotos da camisa que acabei de conseguir.

Trata-se da camisa branca atual, porém, de manga longa. Artigo raro, visto que a Adidas não confecciona esta peça para vender em lojas.

Não tenho como prioridade em minha coleção camisas preparadas para jogo. Entretanto, neste caso, é interessante ressaltar as diferenças desta camisa - que fora preparada para o Danilo - em relação à uma camisa vendida em loja:

Primeiro: não possui a Cruz de Savóia em relevo na parte inferior das costas;
Segundo: não contém aquela faixa costurada por dentro, trazendo os dizeres * S.E. Palmeiras * 1914 *;
Terceiro: não traz o holograma da Adidas, no lado direito inferior.


Beleza, Bruno!
Só uma coisinha: acho que a branca normal, da loja, não tem mesmo a marca dágua em relevo da Cruz de Savóia como você disse na primeira observação. (O pessoal já me corrigiu nos comentários, e o Bruno está certo sim. Como vocês perceberam, eu ainda não possuo a branca deste ano...)

É realmente uma beleza de camisa. Essas mangas longas com esse padrão assimétrico de cores é algo único, acho que vai demorar para termos outra camisa tão ousada. Parabéns!

Continue lendo >>

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Torcida Porcos Cegos, de Aracaju

Hoje a colaboração vem da calorosa Aracaju, no Sergipe. Já sabíamos que tem muito palmeirense em Sergipe, mas torcida uniformizada de lá, é novidade para mim.


Foi o palestrino Lucio Melo quem nos enviou estas fotos. São camisas da torcida Porcos Cegos, criada em 2003. Desconfio que naquele calorão, a regata deva ser o modelo mais usado...


A arte da camisa é obra do palmeirense e web designer gráfico Diego Melo. Legal Diego, parabéns pelo capricho, para curtição ficou jóia.


Segue a explicação do Lucio para o curioso nome que eles adotaram:

A origem do nome Porcos Cegos, segundo consta, foi uma homenagem de um dos fundadores no ano de 2003 a banda paulistana de Punk Rock chamada Blind Pigs.
Esse grupo de amigos começou as reuniões durante os jogos da 2a. divisão, meio que de brincadeira. Mas hoje tentamos fazer dos encontros semanais algo mais do que um jogo do Palmeiras, um congraçamento dos apaixonados pelo Verdão. Já fizemos seis viagens com ônibus lotado para os jogos do VERDÃO aqui no Nordeste, inclusive com os amigos da Mancha Maceió e Mancha Salvador. Nos clássicos paulistas, tanto no regional, como no brasileiro, fazemos churrasco com o pessoal, organizamos por um tempo um joguinho de futebol semanal, entre outras iniciativas.
Ah! No final se formos analisar com frieza, o nome Porcos Cegos tem um significado maior, O AMOR CEGO E INCONDICIONAL PELA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS!

Seguem fotos de reuniões dos Porcos Cegos, que estão de parabéns representando muito bem o Palmeiras. E obrigado pela colaboração Lucio!

Continue lendo >>
Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO