segunda-feira, 19 de abril de 2010

Uniforme da Guarda Suíça

Pessoal, depois da matéria no UOL, recebemos muitas, muitas colaborações novas. A fila aumentou, mas vou tentar publicar todas aqui o mais breve possível, ok!

Apareceram pérolas como esta aqui, do palestrino Paulo Teixeira. É uma camisa fabulosa de goleiro, eu nunca tinha visto. Vai direto pra caixinha de raridades. Tem mangas acolchoadas e tudo.


Quando a vi, me lembrei daquela do Movimento Cubista, lembram?
Mas não, não, esta é diferente, me passou então pela cabeça o fardamento da Guarda Suíça Pontifícia, aquela que protege o Papa no Vaticano:


Me veio na memória também o uniforme daquele time mexicano, o Chivas Guadalajara.


Cheguei à conclusão de que esta camisa é muito mais louca que a mistura de todos esses uniformes aí. O padrão geométrico sem nenhum padrão, sugerindo altas viagens psicodélicas, as cores cítricas e usando efeitos degradê... Gente, a camisa é toda assimétrica! A cereja do bolo é o logotipo da patrocinadora Parmalat em posição inclinada. Ôpa, peraí, até o distintivo do Palmeiras está meio inclinado!!
Isso é que é ousadia em uniformes de futebol, hein.

A história de como o Paulo a obteve é também deliciosa:

Gostaria de apresentar uma camisa que acho eu que seja uma peca única, nunca vi essa camisa anteriormente.

Essa camisa é do goleiro Carlos e foi usada por ele durante uma temporada que o Palmeiras fez na Itália, não me lembro ao certo mas sei que o Palmeiras disputou um amistoso contra o Parma no início dos anos 90.

Nessa época meus pais estavam fazendo turismo na Itália e coincidentemente tiveram o prazer de ficar hospedados no mesmo hotel que o Palmeiras ficou e treinou.

Paulo, com certeza isso deve ter sido em 1992, a combinação Adidas e Parmalat denuncia. E também acho bastante provável que o amistoso com o Parma tenha sido obra da Parmalat, para promover o início da parceria com o Palmeiras. Vejo aqui que houve um amistoso em São Paulo (Taffarel era o goleiro do Parma), mas talvez deva ter acontecido outro também lá na própria Itália.


Olhando bem as costas da camisa com essa fonte mais normalzona, será que esta camisa era uma camisa de goleiro de loja e foi montada às pressas, apenas aplicando-se o escudo do Verdão e a marca da Parmalat? Porque reparem que o trefoil da adidas na frente está em azul e na horizontal, não em branco e inclinado como o resto.

Bom, se alguém lembrar de mais detalhes, nos ajude com comentários.
Obrigado Paulo, e que sorte a dos seus pais, legal mesmo!

EDITADO:
O perspicaz brother da Porcopedia, o Fabio Tatú, nos manda o seguinte link que explica que houve, sim, a partida na Itália:
Amistoso internacional realizado em 22/08/1992, no estádio Ennio Tardini.

Valeu Fabio!

9 comments:

Colecionador de Camisas do Goytacaz 19 de abril de 2010 17:25  

Uma pérola mesmo! Parabéns ao propietário.
AbraçO!

Colecionador de Camisas do Goytacaz 19 de abril de 2010 17:25  
Este comentário foi removido pelo autor.
porcopedia 19 de abril de 2010 19:36  

Olá Erick.
Camisa rara e muito bonita. Não me lembrava dela.
Sobre os jogos Palmeiras x Parma, aconteceram dois amistosos. Um aqui e outro em Parma.
Mando o link da Porcopédia com dos confrontos contra o Parma.

Abs

http://www.porcopedia.com/index.php?title=Parma

ze inglese 20 de abril de 2010 12:16  
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Stinchi 22 de abril de 2010 21:01  

Eu era jogador de Hóquei do Palmeiras desde 1985 e na época da entrada da Parmalat, mas não me lembro se as camisas de goleiro da Adidas usavam esse padrão.

O que me lembro, é que o primeiro título após a assinatura com o contrato da Parmalat, foi o Hóquei do palmeiras que ganhou num torneio de aniversário no Clube Internacional de Santos, categopria Infantil. Jogamos com a boa e velha camisa verde da adidas, porém com o logo da Parmalat aplicado. Exatamente como este da camisa de goleiro. Com o Parmalat em minusculo e duas linhas brancas, uma em cima e outra embaixo.

Porém a numeração era aquela padrão Adidas anos 80, com número com listras internar.

Essa de goleiro, tá com cara de gambiarra de vestiário, principalmente por causa do número. Talvez do futsal, pois muitos goleiros da época faziam a própria camisa por conta própria. Mas dúvido que seja do DPF.

blog Maglia Verde 24 de abril de 2010 15:40  

Pessoal, o Fabio Tatú nos forneceu mais detalhes sobre a partida contra o Parma, lá na Itália. Post editado, valeu Fabio.

Luciano, concordo com o que diz, mas neste caso o Paulo nos contou como a camisa veio parar em suas mãos, os pais ganharam diretamente do Carlos...

abraço
Erick

Luciano Stinchi 24 de abril de 2010 19:45  

Sim Erick, eu so disse que é uma gamkbiarra de vestiário. Deviam estar sem camisas oficias de goleiro da Parmalat la na Itália, ai pegaram uma camisa qualquer adidas e silkaram o distintivo e o patrocínio. Provavelmente silkaram o número também, pois esse nunca foi padrão da adidas.

marco antonio 25 de abril de 2010 19:28  

Nossa! Se é oficial ou adaptada não importa! É uma camisa belíssima!

Luiz Auricchio 11 de maio de 2010 20:24  

Ólá pessoal,

Trata-se, provavelmente, de mais uma versão da histórica camisa de Bodo Ilgner, da Alemanha, na Copa de 1990. Vejam: http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://www.design-creativ.eu/legenden/gal4-Dateien/bodo_ilgner.jpg&imgrefurl=http://www.design-creativ.eu/legenden/galerie4.html&usg=__JkAq6pNbi5JgXeiZB55aGTcOLkw=&h=139&w=210&sz=7&hl=pt-BR&start=6&itbs=1&tbnid=1bbBMzuiP7ERlM:&tbnh=70&tbnw=106&prev=/images%3Fq%3Dbodo%2Bilgner%26hl%3Dpt-BR%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1

Outras marcas já copiaram, como a que neste mesmo endereço já se publicou (goleiros) em julho de 2009, a qual, aliás, lembro bem de ter visto o Velloso usá-la.

Abraços deste fanático.

Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO