quarta-feira, 1 de julho de 2009

Soninha palmeirense!

Na terça-feira que vem, a comunicadora e palmeirense ilustre Soninha lançará seu livro direcionado para o público infantil: Meu Pequeno Palmeirense. O livro é ilustrado pelo também palestrino Eduardo Baptistão, cartunista do Estadão.

A Soninha é daquelas pessoas que não consigo imaginar como conseguem ter tempo para se dedicar a tantas atividades. VJ da MTV, política, apresentadora da Cultura e da GNT, comentarista da ESPN, blogueira, sub-prefeita da Lapa, colunista, palmeirense... será que esqueci de alguma coisa?


Soninha nunca escondeu seu palestrinismo, pelo contrário, sempre representa a torcida que canta e vibra por aí. Pena que sofre do mesmo mal que PVC e Mauro Beting, e em algumas entrevistas, na ânsia de se mostrar imparcial acaba por criticar demais o Palmeiras. Pode ser mais parcial viu Soninha!

Lembro bem de uma vez no programa do Jô Soares, na entrada da Soninha, o quinteto começou a tocar o hino do Verdão. Ela acompanhou cantando, e quando a banda terminou de tocar cortando o hino pela metade, ela continuou e cantou até o fim, para aplausos do Jô e do auditório. Foi fantástico!
(gostaria de encontrar o vídeo deste programa, mas não achei. Se alguém tiver aí pode me enviar que publico aqui, ok!)


Mais informações, do site oficial:

Soninha Francine lança livro infantil sobre o Palmeiras
Agência Palmeiras - Jairo Giovenardi

A ilustre jornalista e apaixonada palmeirense, Soninha Francine, decidiu compartilhar sua história de amor pelo clube com um público muito especial.

Em “Meu Pequeno Palmeirense”, a autora conta suas histórias como torcedora, seus ídolos, e também os principais momentos da história do clube alviverde, especialmente para os fãs mirins: “Recordo bem que ficava conversando com minhas amigas na escola sobre as defesas do Leão, lembro bem do uniforme que ele usava... Foi meu primeiro ídolo no Verdão”, afirma a jornalista.

O lançamento e a noite de autógrafos do livro acontecerão no dia 07 de julho, às 18h30, na Livraria Cultura, do Bourbon Shopping Pompéia – na Rua Turiaçu, 2100, em São Paulo.

5 comments:

Renato Siviero dos Santos 1 de julho de 2009 13:01  

No Museu do Futebol, a Soninha conta que virou Palmeirense por causa do ex-marido e porque o primeiro jogo que foi ver no estádio foi o Palmeiras x São Paulo em que o César Sampaio fez aquele golaço, driblando desde o meio do campo.

pontiarello 1 de julho de 2009 16:18  

Bom, vi ela falando no lançamento desse livro que o primeiro ídolo dela foi o Leão, no começo da década de 80, quando ela era adolescente. Ela tem essa cara de menina mas é uma mulher, mãe de 4 filhos. Gosto dos textos e declarações dela sobre o Palmeiras, ela sabe nos representar, sem contar que viveu a adolescência nos anos 80, amargando nossa fila, o Palmeirense sim, não desiste nunca!

Fabiano 1 de julho de 2009 17:32  

Adquiri esse livro há umas 3 semanas. É muito bom, só faltou falar um pouquinho da era pós 2003 e citar os 4 títulos Nacionais do Palmeiras antes de 1971.

Meu filho, pequeno Palmeirense de 2 anos e meio adora! Já até reconhece os jogadores pelos nomes.

Parabéns!

Catedraldeluz 1 de julho de 2009 19:29  

Sucesso à Soninha, autentica palmeirense.

"Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!

Sobre o Futebol Carioca 2 de julho de 2009 12:27  

Muito bom o seu blog, esta afim de fazer parceria?
eu add o seu blog nos meus e vc add o meu blog na lista dos seus blogs?
blz?

Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO