sábado, 16 de maio de 2009

Cosan vai assinar com o Verdão

Deu no blog do Erich Beting e na Máquina do Esporte. Os destaques em negrito são por minha conta:

Palmeiras fecha com a Cosan

O namoro começou com o Flamengo, mas o casamento será com o Palmeiras. Nos próximos dias o grupo Cosan será anunciado como mais um patrocinador do clube paulista.

As bases do negócio foram acertadas nesta semana, mas as propriedades que estarão envolvidas ainda estão sendo discutidas. Resta um acerto entre clube, Cosan e Samsung, a principal patrocinadora do Palmeiras, para definir como será a entrega do novo patrocínio.

Segundo Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do clube paulista, a tendência é que a Cosan
estampe alguma das marcas do grupo de combustíveis no calção palmeirense. Além disso, a empresa deve batizar um setor do estádio Palestra Itália, a exemplo do que acontece com a Visa. Muito provavelmente será a área destinada ao sócio-torcedor palmeirense.

A maior entrega de visibilidade em mídia para o grupo, porém, deverá estar na
união do Palmeiras com os projetos de energia “limpa” que a Cosan tem. O casamento do verde do clube com a preservação do meio-ambiente seria o pretexto para que o novo patrocinador tenha inserções na TV Globo sem pagar por isso. O projeto seria anunciado na TV com o uso da cota a que o Palmeiras tem pela cessão dos direitos de transmissão dos campeonatos.

Curiosamente, o interesse pelo Palmeiras surgiu depois que o Flamengo sondou a Cosan para substituir a Petrobras na camisa rubro-negra. A proposta, que beirou os R$ 21 milhões, foi recusada pela empresa, que considerou o investimento muito alto. Com o clube paulista, o acordo tem valores menores, mas atende a interesses da alta cúpula da empresa, composta de alguns palmeirenses.

Mais uma vez, a decisão do patrocínio partiu do empresário, e não da empresa. Resta saber se o projeto vai mostrar que o negócio é sustentável...

É, tá cheio de empresário que é palmeirense, principalmente no interior paulista.

Acho bom para o Palmeiras este acordo. Dei uma pesquisada e vi que trata-se de um importante conglomerado nacional, a Cosan foi a primeira a empresa brasileira com ações na Bolsa de Valores de Nova York. A companhia cultiva, colhe a processa a cana-de-açúcar - é "apenas" o maior produtor de açúcar e álcool no mundo.

Vamos esperar para ver que marca será escolhida pela Cosan. Recentemente eles anunciaram a compra da Esso no Brasil e são donos do açúcar da Barra - mas creio que a marca eleita terá algo a ver com energia limpa.

4 comments:

Forza Verde 16 de maio de 2009 02:44  

Que coisa não?

Por aqui, em Perdizes, grandes multinaconais e grandes empresas de todo o mundo disputando espaço pra patrocinar o Palmeiras. Seja no uniforme, seja no Estádio. Idem aos fonecedores de material esportivo que lutam para ver quem terá o privilégio de fabricar nosso manto, o qual é atualmente fabricado pela melhor emresa do ramo no mundo.

Mas, enqto isso, lá pelos lados do Jd.Leonor andam esmolando o MESMO patrocinador, para, vejam só, receberem no máximo a MESMA QUANTIA de anos anteriores, isso pra não ficarem sem nada no final das contas.

Meu Deus!

Mas o que será que anda acontecendo no "Fantástico Mundo de Bambi"???

Que coisa não?

Washington 16 de maio de 2009 13:49  

Acho legal novos patrocinios, mas não pode virar o carnaval que virou a camisa dos gamba!!

E a Fast, nao estava fechado pra patrocinar a manga?

Abraço!

Tiago 16 de maio de 2009 19:25  

Patrocínio no calção é putaria! Eu já não aguento os das mangas!

Os dirigentes tem que descobrir novas formas de patrocínio!! Ô prof. Belluzo você é o cara para isso!! Não é um simples comedor de "s's"!!

Freddy 16 de maio de 2009 22:58  

E a Fast, nao estava fechado pra patrocinar a manga?[2]

O acordo para patrocínio nas mangas ainda está de pé?

Este blog é dedicado à camisa do Palmeiras, ao manto sagrado verde do Palestra Italia. Maglia verde quer dizer manto verde em italiano, capisce?

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO